NOTÍCIAS

DIA INTERNACIONAL DA SUPERDOTAÇÃO

Conceituação

Dia de 10 de agosto comemora-se o dia internacional de Superdotação.

Estima-se que de 3 a 5% da população brasileira apresente potencia para Altas Habilidades/Superdotação.  Segundo O Ministério da Educação e Cultura – MEC e a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva são considerados com Altas Habilidades/Superdotação aquelas pessoas  que apresentam desempenho acima da média ou elevada potencialidade em qualquer dos seguintes aspectos capacidade intelectual geral; aptidão acadêmica específica; pensamento criativo ou produtivo; capacidade de liderança; talento especial para artes e capacidade psicomotora que podem ser isoladas ou combinadas.

A Identificação

A identificação deve ser realizada por  equipe de profissionais especialistas em Altas Habilidades/Superdotação incluindo necessariamente o Psicólogo devido a necessidade aplicação de testes psicológico que são de uso exclusivo deste profissional. É importante ressaltar que deve-se levar em consideração que o enfoque da avaliação deve abranger todas as áreas, não somente as capacidades intelectuais e acadêmicas. A entrevista minunciosa com a família também é parte importante para a identificação, pois a literatura aponta aspectos genéticos  além dos ambientais no desenvolvimento das AH/S.

Características Comportamentais

 Necessidade de definição própria;

 Capacidade de desenvolver interesses ou habilidades específicas;

 Interesse no convívio com pessoas de nível intelectual similar;

 Resolução rápida de dificuldades pessoais;

 Aborrecimento fácil com a rotina;

 Busca de originalidade e autenticidade;

 Capacidade de redefinição e de extrapolação;

 Espírito crítico, capacidade de análise e síntese;

 Desejo pelo aperfeiçoamento pessoal, não aceitação de imperfeição no trabalho;

 Rejeição de autoridade excessiva;

 Fraco interesse por regulamentos e normas;

 Senso de humor altamente desenvolvido;

 Alta-exigência;

 Persistência em satisfazer seus interesses e questões;

 Sensibilidade às injustiças, tanto em nível pessoal como social;

 Gosto pela investigação e pela proposição de muitas perguntas;

 Comportamento irrequieto, perturbador, importuno;

 Descuido na escrita, deficiência na ortografia;

 Impaciência com detalhes e com aprendizagem que requer treinamento;

 Descuido no completar ou entregar tarefas quando desinteressado.

Altas Habilidades/Superdotação na Escola.

A escola precisa oferecer ao aluno superdotado atendimento especializado com atividades desafiadoras para que possa, utilizer todo seu potencial cognitivos utilizar estratégias inovadoras e criativas, caso contrário o aluno se sentirá desestimulado e poderá perder o interesse pelas atividades escolares. Na proposta do MEC o aluno com Altas Habilidades/Superdotação deve ter atendimento diferenciado, dentro da proposta da Educação Inclusiva, se enquadrar na aceleração de estudos mediandte a verificacao da aprendizagem, suplementacao de conteúdo, sempre levando em consideração os aspectos emocionais a partir de uma avaliação minunciosa.